News by Twitter - Share this blog on your social networks

Saturday, January 30, 2016

Dilma Roussef jamais poderia se comparar a Getúlio Vargas

Roberto Silva

Sei que o poder concede benesses a quem ocupa o maior cargo, porém há de haver bom senso, pois o bom governante, por mais que pareça correto, não pode se aproveitar de tais benesses e simplesmente esquecer o principal, o povo que o elegeu. Quem viveu na clandestinidade, na época dura, sabe que não há escolha, comem pão com manteiga, tomam banho e se enxugam com toalha simples, mas hoje, os que passaram por tais situações, esquecem e querem viver no deslumbre, emperiquitados, fazem transplantes de cabelos, querem comer em talheres de prata, louças caríssimas, licitações superfaturadas para escolha do cardápio de manjares babilônicos, mas não veem o sofrimento de quem faz sua própria licitação nos supermercados da vida, com salários corroídos pela alta da inflação, juros exorbitantes de créditos bancários (cheque especial e cartão de crédito) e assim o pai vai alimentando suas esperanças de uma vida melhor.

Sabemos que o poder dá tais maravilhas aos governantes e o deslumbre muda o ser humano. Eles então esquecem de onde vieram e qual era sua função original. Quando ocupam um cargo de tal magnitude, não devem abusar, devem viver com simplicidade, pois o maior administrador viveu humilde e nem tinha a mídia a seu favor. Ao contrário, gastam bilhões para estar sempre em evidência, administram mal os impostos pagos pelo o povo e oferecem péssimos serviços a quem o elegeu.

É preciso mudar esta natureza humana, o verdadeiro governante tem de pensar sempre no povo e não no seu bem estar, é assim que um estadista de verdade vive, vejam onde morreu Getúlio Vargas, o que fez pelo povo, morreu com uma pijama que se compra nos mercados populares, não era de seda, nem vivia em camas suntuosas, com travesseiros de pena de ganso, vivia simples e criou uma administração que trouxe benesses para o povo e que os atuais apenas destroem, se locupletam, vivem seus sonhos e esquecem do povo sofrido nas periferias, procurando um meio de sobrevivência. E é por isso que a senhora Dilma Rousseff nunca poderá se comparar a Getúlio Vargas.

Tribuna da Internet