News by Twitter - Share this blog on your social networks

Saturday, April 30, 2016

Desde os anos 80, Lula sempre ganhou "mensalinho" da OAS, diz empreiteiro

Hugo Marques


Veja

O empreiteiro Zuleido Veras, preso em 2007 por pagar propina para obter contratos com o governo do PT, conta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebia dinheiro da construtora OAS desde a década de 80 e que um cartel de empreiteiras ajudou a eleger Dilma Rousseff.
O engenheiro Zuleido Veras conhece bem o ambiente de promiscuidade que existe entre o mundo político e as empreiteiras de obras públicas. Em 2007, Veras foi preso em uma operação da Polícia Federal, acusado de pagar propina em troca de contratos milionários no governo – um roteiro de corrupção muito similar ao do hoje famoso petrolão.
Dono da construtora Gautama, o empreiteiro ficou doze dias na cadeia, respondeu ao processo em liberdade e, neste ano, o Supremo Tribunal Federal considerou nulas as provas contra ele.
DEZ ANOS NA OAS
Na década de 80, antes de abrir o próprio negócio, Veras ocupou durante dez anos um cargo importante na OAS, uma das empreiteiras envolvidas no escândalo de pagamentos de suborno da Petrobras. Trabalhou ao lado de Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS e hoje um dos condenados no esquema de fraudes na estatal.
Nesse período, Veras testemunhou o início de um relacionamento que pode explicar muito sobre alguns eventos ainda em apuração na Operação Lava-Jato.
Além dos golpes contra a Petrobras, Léo Pinheiro está sendo investigado por ter pago propina a políticos importantes, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, suspeito de ter recebido de presente da empreiteira um tríplex numa praia do Guarujá e a reforma de um sítio em Atibaia, ambos no Estado de São Paulo.
MESADA GORDA
Em entrevista a Veja, Zuleido Veras conta que as relações financeiras entre Lula e a OAS reveladas pela Lava-Jato não o surpreenderam: elas existiam desde que o ex-presidente ainda era apenas um político promissor.
O empresário afirma que Léo Pinheiro sempre deu dinheiro a Lula para “sua sobrevivência”, valores que hoje ficariam entre “30.000, 20.000, 10.000 reais”, e também ajudava “por fora” nas campanhas políticas do ex-­presidente.
Em troca, os petistas estendiam a mão aos interesses da OAS. Veras também diz que o petrolão foi criado no governo Lula com a missão de garantir recursos para eleger Dilma.
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG – Em 1986, Lula venceu sua primeira e única eleição, antes de chegar à Presidência da República, ao conquistar uma vaga de deputado federal constituinte. Sua atuação na Câmara foi pífia, os grandes destaques que ficaram são o boicote do PT à nova Constituição, que nem foi assinada pelos parlamentares do partido, e a declaração de Lula sobre a existência de 300 picaretas na Câmara, e agora se sabe que certamente ele era um deles. (C.N.)



Tribuna da Internet